porto-feliz_blog01

Seguro residencial: o que é e como funciona?


O seguro à residência garante a proteção de todo um patrimônio em diversas ocasiões. Saiba como o serviço funciona e planeje a contratação do plano que mais adequado às suas necessidades!

O seguro de carros é muito comum, mas ainda há quem não saiba o que é e como funciona o seguro residencial. De acordo com a Época Negócios, menos de 15% dos brasileiros têm o seguro das próprias residências. Ainda assim, é um serviço próspero e que acompanha as necessidades de famílias que buscam proteger seus patrimônios de assaltos e incêndios, por exemplo.

O seguro residencial pode ser relativamente mais barato que um seguro de carros e oferece uma gama maior de opções de segurança. Existem planos que cobrem o roubo ou a avaria de bens materiais (como móveis e aparelhos eletrônicos, por exemplo). Outros planos abrangem não apenas roubos e incêndios, mas vendavais, enchentes, danos elétricos e até a queda de aeronaves também.

Como funciona o seguro residencial?

O seguro residencial básico, que não tem adição de condições ao plano, tem a obrigação de cobrir o imóvel em caso de incêndios, raios ou explosões. O valor do pacote de contratação é calculado a partir do valor do imóvel e de uma estimativa de todos os bens dentro dele (eletrônicos, móveis, etc.).

É possível contratar a cobertura de outros possíveis danos, como roubo e acidentes elétricos, mas elas são cobradas à parte na maioria das seguradoras. Para escolher o plano com as coberturas que mais se adequam às necessidades de sua família, leve em consideração a região onde o imóvel está localizado, quais as ocorrências mais comuns no condomínio e troque ideias com vizinhos de confiança para ter uma noção de como se prevenir.

O que o seguro residencial não cobre?

As opções de cobertura variam de acordo com cada empresa seguradora. Enquanto algumas oferecem apenas o plano básico mais coberturas individuais, outras criam planos com coberturas diversas. Independentemente de qual plano você escolher para proteger seu patrimônio, é muito importante que leia o que está incluso no contrato assinado. Assim, não se surpreende ao ter os bens roubados e a seguradora não cobrir os itens perdidos, por exemplo.

É recomendado que preste atenção ao tópico riscos excluídos no Manual do Segurado que é entregue em suas mãos a partir do momento de contratação do serviço. Entre alguns dos itens que não estão inclusos são as falhas na construção, furtos sem provas ou sinais de arrombamento, e defeitos preexistentes.  

Veja também: Saiba como usar luminárias criativas na decoração da sua casa

Gostou das dicas? Veja mais conteúdos em nosso blog e fique por dentro de todas as novidades do mercado imobiliário.

A Porto Feliz Incorporações é especialista em execução de empreendimentos construídos com recursos próprios. É nossa especialidade atender aos desejos de nossos consumidores, unindo funcionalidade e valorizando espaços em todos os nossos projetos.

Entre em contato com nossa equipe pelo formulário de contato em nosso site ou converse com um de nossos especialistas pelo telefone (41) 3336-6929.

Fontes/referências:

https://revista.zapimoveis.com.br/seguro-residencial/

https://epocanegocios.globo.com/colunas/Financas-de-Bolso/noticia/2017/03/como-funciona-o-seguro-residencial.html